Notícias e Informativos

Coleta Seletiva, Trabalho e Dignidade para os Catadores de Materiais Recicláveis

  • Fonte: Secretaria de Meio Ambiente
  • Publicado em: 19/10/2017
  • Assunto: Cidadania e Justiça

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais - EMATER, trabalham em conjunto para implantar um importante projeto na cidade de Esmeraldas: a coleta seletiva do lixo. O intuito, além de proteger o meio ambiente, é melhorar as condições de uma classe que realiza um trabalho muito importante para a cidade: os catadores de materiais recicláveis.

Hoje, eles atuam ainda de forma individual. Entretanto, visando melhorar as condições de trabalho e de produção desta classe, foi criada uma organização produtiva denominada ASCAMARE - Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Esmeraldas. A associação é formalizada, registrada em cartório e possui aproximadamente 50 catadores associados.

O Centro Mineiro de Referência em Resíduos, entidade que participa deste projeto, contribui com muitas atividades e oficinas de capacitação aos catadores, proporcionando uma maior visão de trabalho em grupo. Isso gera aumento de produtividade, de renda e uma melhoria na condição de vida.

A importância dos catadores para a cidade é grande. Além de reduzirem a quantidade de lixo doméstico coletado no município, eles também diminuem a demanda por recursos naturais. Com isso, evita-se a utilização de matérias-primas virgem, uma vez que o produto por eles separado, vendido e reciclado, volta para o mercado. Com a comercialização dos resíduos reutilizáveis e recicláveis eles contribuem para a sociedade na preservação do meio ambiente.

No mês de novembro, a Secretaria de Meio Ambiente e a EMATER realizam um fórum cujo tema é Lixo e Cidadania. Toda a sociedade civil será convidada a participar, além de entidades envolvidas direta ou indiretamente com a gestão de resíduos sólidos, bem como os catadores, pois eles são os atores principais deste encontro.

Após a realização desse fórum, espera-se iniciar a implantação do projeto de coleta seletiva. Inicialmente, a atuação deste trabalho terá como foco principal os condomínios de Esmeraldas, sendo que o primeiro é o Condomínio Nossa Fazenda. Por meio de um programa de educação ambiental, o cidadão passa a conhecer a importância da coleta seletiva, como ela afeta o meio ambiente, e ainda, como o lixo, que para ele não tem utilidade, pode ser o sustento da vida de várias famílias.

Mesmo que esse projeto esteja apenas iniciando, todos os esmeraldenses podem começar a fazer esse trabalho em casa, separando o lixo seco, que pode ser reciclado (papelão, garrafas Pet, plástico, jornal, latinhas...), dos demais (cascas de frutas e legumes, folhas e restos de comida) que não são recicláveis.

Com o cuidado na separação dos resíduos, o material chegará com mais qualidade, mais limpo e com maior valor de venda, gerando mais renda aos catadores.