História de Esmeraldas

Centro Histórico Antigo de Esmeraldas - MG

Fonte: GRANBEL - Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte/Centro Histórico Antigo Esmeraldas http://www.granbel.com.br/

Sua história começa no séc. XVII, quando o bandeirante Fernão Dias Paes leme acalentava seu grande sonho: descobrir pedras preciosas.

Esmeraldas surgiu às margens do caminho que ligava Pitangui a Sabará, mediante doação de terreno para construção da capela em honra a Santa Quitéria, por Antônio Barbosa Leão, no ano de 1735.

Antônio Barbosa Leão era criador de gado, vindo das margens do Rio São Francisco.
Ele adquiriu as terras de João Ribeiro Vasconcelos, que era devoto de Santa Quitéria e
foi quem iniciou as obras de construção da Capela.

As escrituras das terras doadas à Capela foram entregues no dia 19 de junho de 1735 por Antônio Barbosa Leão, ficando consolidadas as sementes de uma comunidade.

Em torno da Capela surgiram as primeiras casas. Foi-se formando o povoado que, aos poucos foi-se transformando em centro de vida civil, religiosa, social e econômica.

O distrito e Freguesia de Santa Quitéria foi criado aos 14 de julho de 1832, através
de Decreto assinado por Diogo Antônio Feijó.

As 16 de setembro de 1901 o povo quiteriense teve mais uma conquista na sua história:
o Arraial de Santa Quitéria elevou-se à categoria de Vila, criando-se também o Município de Santa Quitéria composto de quatro distritos: o da Vila Santa Quitéria (sede do município) e os de Capela Nova do Betim, Contagem das Abóboras e Vargem da Pantana (Ibirité).

Em 30/08/1911, os Distritos de Contagem e Vargem da Pantana (Ibirité) foram desmembrados do Município de Santa Quitéria e passaram a compor o novo Município de Contagem.

Por conseguinte, o Município de Santa Quitéria ficou composto com dois distritos:
o da sede de Santa Quitéria e o de Capela Nova de Betim.

Na ocasião dessas ocorrências, verificou-se a mudança do topônimo de Santa Quitéria
para Esmeraldas, por força do Decreto Lei nº 1.058, de 21/12/1943, quando o território
municipal ficou composto dos distritos da sede (Esmeraldas, ex-Santa Quitéria), Andiroba (ex-Buriti) e Melo Viana (ex-Palmital).

Os Primeiros Mandatários

Após confirmada a criação da Freguesia de Santa Quitéria, em 1891, foi eleito o
primeiro Conselho Distrital, já no ano de 1898, sob a Presidência de Eustáquio Rodrigues Silva.

Em 1901 o arraial de Santa Quitéria elevou-se à categoria de Vila, no dia 16 de setembro, com território desmembrado de Sabará. Em 1º de janeiro de 1902, após a instalação da nova Vila de Santa Quitéria, foi composta a primeira Câmara Municipal com o Presidente sendo o Sr. Francisco Xavier Ferreira Palhares.

Inexistia ainda a figura do Prefeito e o exercício do Poder Executivo cumpria
ao Presidente da Câmara, ficando o Legislativo a cargo dos demais vereadores.

Após o Decreto nº 1.298, de 11/11/1930, os municípios brasileiros passaram a ser
administrados sob o regime de prefeituras sendo seus prefeitos nomeados pelos
então Presidentes de Estado.

Por menos de 60 dias, funcionou precariamente como Prefeito o Dr. Herbert Romero.

Este deu posse ao Dr. Lourival Ferreira Carneiro, em 01/01/1931.

Em 1947, esse critério seria substituído, iniciando-se uma nova fase de
administração municipal, com os mandatários sendo levados ao poder por eleição popular.

O primeiro cidadão a ser investido no cargo, pelo novo regime, foi o Sr. Eliacim de Avelar, para o período de 15/12/1947 a 31/12/1950.

OBS: O Dia do Município é comemorado anualmente no dia 16 de Setembro.